Economia & Energia
Ano XV-No 83
Outubro/Dezembro de 2011
ISSN 1518-2932

e&e  OSCIP

setae.gif (977 bytes)e&e in English

BUSCA

CORREIO

DADOS ECONÔMICOS

DOWNLOAD

OUTROS NÚMEROS

e&e  No 83

Página Principal

Possível Crescimento

Viabilidade Econômica de Unidade de Geração de Energia Elétrica Eólica

Apoio:

 

Parceria:

COPPE/UFRJ

 

http://ecen.com
Vínculos e&e

Veja também nosso suplemento literário

http://ecen.com/
jornalego

 

Nº 84:  Outubro/Dezembro 2011

Versões em Inglês e Português disponíveis em: http://ecen.com

Informações sobre a Organização
 
Economia e Energia - e&e  OSCIP 

Revista e&e 83 versão em PDF 

eee83p
_________________________________________________________

Textos para Discussão:

Possível Crescimento:
Como voltar a crescer 7% ao ano

Carlos Feu Alvim - feu@ecen.com

José Fantine - josefantine@gmail.com

São apresentados dois cenários econômicos para o Brasil nos próximos oito anos e para se alcançar o crescimento desejável é necessário que haja mais investimento bem como aumentar a produtividade de capital.

Nota: O texto na internet foi revisto levando em conta os dados das Contas Nacionais anuais até 2009 e as trimestrais até o 3o trimestre de 2011.

Projeto Conceitual e Análise de Viabilidade Econômica de Unidade de Geração de Energia Elétrica Eólica na  Lagoa dos Patos – RS

Ernesto Augusto Garbe,

Renato de Mello e Ivan Tomaselli

A validade econômica de implantação de geração elétrica eólica na Lagoa dos Patos, Rio Grande do Sul é analisada. Tal fonte de energia elétrica vai permitir o estado tenha uma matriz energética flexível e seja auto-suficiente.

 

Editorial:

  O Brasil atravessou a primeira onda da presente crise (2009) com relativa facilidade. A perda de crescimento naquele ano foi praticamente compensada pelo "pibão"' de 2010.

No presente número, fazemos uma análise da conjuntura econômica para os próximos sete anos e chegamos a conclusão que é possível voltar a crescer a 7% ao ano não obstante a segunda onda da crise, desta vez concentrada na Europa.

Um novo "pibão" é possível para 2012 baseado em investimentos já feitos o que possibilitaria concretizar uma arrancada para o desenvolvimento sustentado nos próximos anos. Será preciso aumentar moderadamente a taxa de investimento e assegurar o melhor uso da capacidade produtiva existente no País.

Também será preciso que se mantenha as condições favoráveis de termos de troca no comércio externo. Nosso desenvolvimento atual está muito  mais atrelado ao dos países emergentes que ao dos desenvolvidos. 

As circunstâncias externas e uma certa ousadia de pensar com a própria cabeça permitiram, neste ano, livrar o Estado Brasileiro do peso das altas taxas de juros internas.

A ocasião de final de ano nos permite manifestar esse otimismo cuja fundamentação apresentamos no artigo. Esperemos que 2012 e os anos seguintes justifiquem essa esperança.

Brasília, 31/12/2011

Graphic Edition/Edição Gráfica:
MAK
Editoração Eletrônic
a

Revised/Revisado:
Wednesday, 17 October 2012
.

Contador de visitas